Archive for Fevereiro 2013

Meu passado me envergonha...

Certa vez, há muito tempo, tipo uns 3 ou 4 finais de semana atrás, saí de carro com os amigos planejando não beber... Mas sabe como é né... Papo vai, papo vem... Aquela loirinha gelada rolando na mesa, calor do Rio de Janeiro...Não aguentei e tomei um golinho de 6 ou 7 garrafas.


Eu tenho um pequeno probleminha de memória quando bebo um pouquinho. Não lembrava onde tinha estacionado o carro. Fui passando metendo a chave em todos os carros que via pela frente. Ia eu pelo estacionamento, andando reto, pisada firme, olhando pros carros e tentando reconhecer o meu. Pelo menos eu achava que tava andando decentemente.

Coincidência ou não, tinha um guarda, ou vigia do estacionamento, sei lá... Não lembro bem... Enfim, tinha esse carinha que me viu futucando todos os carros do local!

Lógico que ele veio falar comigo né...

Ele - Qual é o problema, meu amigo?
Eu - Boa noite cidadão. Não é problema. Na verdade eu só perdi meu carro aqui no estacionamento!
Ele - Porra! Como você perdeu o carro? Onde você viu seu carro pela última vez?
Eu - Rapaz. A ultima vez que lembro de ter visto o danado ele tava bem aqui na pontinha dessa chave!

Pra quê? Tipo... Falei sério! Mas o cara ficou puuuuuuuto!

Ele - Mermão! Tú tá de sacanagem né? Tú não tem a menor condição de dirigir! Tá todo vomitado, camisa com a gola toda rasgada, todo descabelado, fudido... Cacete! Ainda tá com o pau pra fora da calça! Isso aí pequeniniho é seu pau né?

Nem deu tempo de ficar puto! Com a agilidade de um bicho-preguiça, olhei pra baixo e vi que realmente aquilo pequeno pra fora era meu pinto! Fiquei bolado e gritei!

- Caralho! Perdi minha mulher também! Cadê você amor!?
quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013
Posted by Leo Coutinho

O Violão

Nunca fui o cara mais bonito da turma. Aliás, não passava nem perto desse título. Mamãe mesmo dizia que, se eu quisesse que alguém gostasse de mim, eu tinha que ser muito legal, pq eu era muito feio! E, se minha mãe dizia isso, imagina o que o resto não achava de mim...

Bom... Isso até hoje não mudou muito. Eu continuo muito feio. E tento ser legal, mas é impossível agradar sempre. Enfim...

Quando eu tinha 15 anos, cismei que queria aprender a tocar violão. Essa cisma foi fundamentada em ver que os carinhas que tocavam violão, mesmo feios, faziam sucesso com a "mulherada" da escolinha.


Mamãe, sempre penalizada e se sentindo culpada por ter dado à luz uma criança tão feia, foi nas Casas Bahia e parcelou em 12x no carnê um violão pra mim. Para surpresa geral, inclusive minha, o violão era bom! Era um Gianini Estudante com as cordas um pouco altas, mas ainda assim tinha um som lindo! Só precisava de uma pequena regulagem.

E fui eu me aventurar no mundo musical pra poder seduzir a menininhas da escola. Continuei sem pegar ninguém, pq não sabia tocar uma música inteira e, no início da aprendizagem, é dificil trocar os acordes com a agilidade necessária.

Ou seja, continuei muito feio, mas com o agravante de que as meninas da escola descobriram que eu era uma negação no violão! Mas eu fui persistente e continuei tentando aprender. Essa minha aventura com o violão fez eu conhecer minha paixão até hoje: o Iron Maiden.

Tendo descoberto o Iron Maiden, resolvi me aventurar plo mundo elétrico e ganhei do meu pai uma guitarra Shelter Stratocaster. A guitarra era bem legal. Também de estudo, não era uma guitarra que fosse aguentar um show. Mas quem eu queria enganar? Eu não tocava porra nenhuma! Que show eu iria fazer?

Mas eu me apaixonei pelo som distorcido da guitarra e comecei a cagar pra fazer sucesso com as muléres. Me empenhei em aprender a tocar guitarra. Treinava muito. Não passava um dia que eu não pegasse no insturmento (ui!)...

Hoje eu continuo não tocando porra nenhuma, mas consigo tocar algumas músicas inteiras!
sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013
Posted by Leo Coutinho

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -