Posted by : Leo Coutinho sábado, 19 de janeiro de 2013

Hoje o papo é sério. Tá pensando que isso aqui é bagunça? Rio de Janeiro é coisa séria! E nossos políticos trabalham sério!

O governador do RJ, excelentíssimo senhor Sergio Cabral, também conhecido como "Filho da Puta", sancionou no ultimo dia 17 de janeiro a Lei de autoria da deputada-missionária Myriam Rios uma lei que promete resgatar os valores morais do povo carioca.


Pra quem quiser ler o conteúdo da lei, clique aqui.

Aí eu queria fazer algumas considerações:
1 - Pra escrever uma lei como essa, completamente vaga e confusa, eu acho que seria um deputado MUITO MELHOR que ela.

2 - A "lei", na minha humilde, pessoal e intransferível opinião, é uma clara tentativa de validar  e legitimar o repasse de dinheiro para ONGs e qualquer outra merda ligada a religião. Prova disso é que a autora da lei, em 2011, conseguiu aprovar emenda orçamentária que destina R$ 5 milhões à Jornada Mundial da Juventude, um evento católico.

3 - Para os de memória curta, há pouquísismo tempo atrás, essa mesma deputada conseguiu o feito de associar homossexualidade à pedofilia. Ela também deu, recentemente, uma declaração onde afirmou não ser homofóbica, apenas contra o homossexualismo de forma veemente. (veja o pronunciamento dessa IMBECIL! http://www.youtube.com/watch?v=qYZc5a7mPfQ&NR=1)

4 - Essa é outra opinião pessoal: homofobia não consiste apenas em agredir fisicamente homossexuais, mas em não respeitar o direito de opção sexual de cada indivíduo. O que, na minha opinião, derruba a declaração acima citada.

5 - A religião é a origem de TODOS os preconceitos.

6 - Eu listaria aqui mais de 100 argumentos contra o que essa ESCROTA falou, como por exemplo, citar a fictícia demissão da babá lésbica das filhas. A filha da puta pode demitir a babá simplesmente por não querer os serviçoes dela, mas ela não quer ser preconceituosa se demitir por orientação sexual!!!! Mas não vou me alongar muito em criticar essa retardada não pq não vale a pena.

Enfim, essa lei, denominada "Programa de resgate de valores morais, sociais, éticos e espirituais" já foi sancionada, ou seja, está em vigor e foi escrita pela, quem não lembrou dela, ex-atriz, ex-modelo e ex-piranha Myriam Rios. Relembre!


Eu li uma vez, de uma pessoa muito sábia, que a religião é a aposentadoria dos vagabundos. Lógico que não é uma regra e que isso não se aplica a todos. Mas, infelizmente, o que a gente vê é que para cada pessoa religiosa de boa fé existem pelo menos 300 filhos da puta querendo se dar bem sobre a fé alheia. E, pra quem acha isso preconceito meu, não estou falando só dos pastores evangélicos não. Afinal, o trono de ouro do TODO PODEROSO PAPA alimentaria a Etiópia inteira por alguns anos!

Bom... Podem me criticar a vontade. Essa é a minha opinião atual e ela pode mudar. Basta ter algum argumento forte pra que eu a mude.

#opinião
 
Fontes: 
www.legisweb.com.br
www.paulopes.com.br
oglobo.globo.com
www.twitter.com
www.facebook.com
www.youtube.com

Observação: coloquei as fontes aqui pq obviamente alguns palhaços da internet exigem que sejam citados.

{ 8 pingada! }

  1. Criticar? Eu?!? Nunca! Adorei e concordo com você.
    "Religião é a aposentadoria dos vagabundos" foi o ápice disso aqui. Infelizmente muito fdp nessa situação.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente tem muito fdp nessa situação. Faltou o "tem" no comentário anterior.

    ResponderExcluir
  3. Não entro no mérito de discussões religiosas, mas lembre-se, pessoas mudam ou devo pensar "pau que nasce torto, sempre mijará fora da bacia"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas mudam e têm o direito de mudar. O problema é o julgamento. A pessoa já fez de tudo e agora, pq se converteu ou mudou de opinião, acha que tem o direito de julgar? Pode mudar de opinião sim, é o direito dela. Mas não pode julgar, independente de qualquer coisa.

      Excluir
    2. Eu argumentei. É um cadinho diferente.
      Mas tudo bem. Digamos que eu a julguei. Isso torna o que ela fez menos pior?

      Excluir
  4. Hoje, o nome de Deus é "jogado ao vento".
    Muitos anos atrás... Ele mesmo já sabia que... no futuro... muitos matariam em Seu nome, muitos enriqueceriam em Seu nome, muitos mentiriam em Seu nome...
    A Igreja Católica não possui nem sombra do poder que nutria diante da Terra (uns 500 anos atrás).
    Não acho que o problema da fome na Etiópia tenha relação com o trono dourado do Papa lá no Vaticano. Quando se determinou fronteiras, presidente, rei, ministro, imperador... ficou responsável pelo "seu povo".
    Se o representante do povo etíope prefere investir (a POUCA renda que seu pobre país arrecada) em armas ao invés de investir na saúde, por exemplo, o trono dourado do Papa não tem nada com isso.
    O fato de você ter 100 reais na sua carteira não te leva a abrir mão de metade ao ver um usuário de droga, SECO... te pedindo um trocado.
    As pessoas confundem CARIDADE com ESMOLA.
    As pessoas confundem RELIGIÃO com ORDEM, INTELIGÊNCIA e HUMANITARISMO.

    Programa de resgate de valores morais, sociais, éticos e espirituais... se dará quando as LEIS que existem no nosso código penal/civil/trabalhista e etc... serem refeitos voltados para defender a vítima... ao invés de garantir regalias aos acusados. Isso sim seria resgatar a moral de um cidadão, fazendo com que o mesmo se sinta até "com coragem" de sair de casa, arrumar um emprego... tentar se incluir na sociedade. A ética e a espiritualidade são coisas individuais. Ou a pessoa já nasce com ela ou procura por ela.
    Basta querer.
    Chupa minha pemba, Myriam Rios!!!!!!

    ResponderExcluir

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -