Posted by : Leo Coutinho quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Rio de Janeiro - 768º - Início de verão.

Nesse calor onde até cachorro na bunda sua (solta a vinheta da Praça É Nossa!), nada pior que pegar um fukcin' busão cheio e sem ar-condicionado. É um belíssimo estímulo ao mau humor.


Puxo a cordinha indicando ao muito bem educado piloto do coletivo-microondas que quero descer daquela merda. Outra moça, também mal-humorada pelo calor infernal, levanta-se de sua cadeirinha (reclamando de quê?! Tava sentada porra!) e desce junto comigo.

Ao descer do ônibus, ela, que numa manobra de dar inveja ao ninja Jiraya, desce na minha frente e protagoniza a cena mais bonita que já vi na minha vida: ela, provavelmente emocionada pela surpresa, encontra o seu amado esperando por ela no ponto de ônibus e dá um belíssimo sorriso!

Ok. Tirando a pobreza da cena, vim pra casa pensando sobre isso e cheguei a seguinte conclusão:

Talvez seja possível fazer uma mulher feliz sem ter um carro!

A pergunta é:

{ 1 pingada! }

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -