Posted by : Leo Coutinho sábado, 31 de dezembro de 2011

Todo final de ano a mesma lenga-lenga... Planos, promessas, objetivos, desejos de Feliz Ano Novo até pra quem a gente menos gosta e não quer que seja feliz... Mas é bonito desejar boas coisas, então, que assim seja.

O último dia do ano serve também pra gente fazer uma auto-crítica. Analisarmos o que aconteceu de certo e de errado no moribundo ano. 365 dias (ou 366) de um monte de merda que você fez, falou, pensou vêm na sua cabeça.

Claro que a memória não armazena tudo, mas alguns fatos importantes ela armazena.

Entre casamentos reais, ocupação de favelas e morte de terroristas e ditadores, sobrevivemos! Fodam-se os pormenores! Nós somos sobreviventes! Nós, ou a maioria de nós, passou com dignidade por esse ano maluco! Muitos de nós viveram uma vida de ilusão, muitos de nós choraram de alegria, de tristeza, muitos de nós tivemos filhos e aprendemos novos significados pra palavra "amor".

Muitos fizeram merda atrás de merda, muitos magoaram pessoas que gostam muito e, orgulhosas, não pediram desculpas. Muitos pediram desculpas, mas não adiantou nada por não ter sido de verdade. E muitos pediram desculpas sinceras e se sentem melhores pessoas por isso.

Enfim... Que o ano findo tenha sido um excelente aprendizado pra todo mundo! Pq é exatamente pra isso que a gente tá aqui!

Feliz Ano Novo galera! Que este seja o melhor ano de nossas vidas! De novo!


Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -