Posted by : Leo Coutinho segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Não é que eu esteja dando razão ao Nelson Ned nem nada, mas isso é um fato: tudo nessa vida passa.
A pergunta é: hein?! Oõ
Claro que passa! Ta ficando maluco ou sem imaginação?! Tem que ver isso ae! =P
Não gente. Não estou maluco. Sem imaginação talvez, mas não é o caso. É que me peguei pensando nas coisas que passaram na minha vida e me liguei no seguinte: nunca parei pra pensar em como EU passei por elas...
Sei que é muito esquisito o que vou dizer, mas é necessário... Eu não lembro como cheguei aqui! Ihhhhh... Enlouqueceu de vez! Isso é outra história... Mas o fato é que durante a minha vida eu faltei comigo mesmo! Faltei em atenção nos meus rumos. Fui traçando meu caminho sem me dar conta da grandeza das escolhas que tive que fazer. Inconsequente.
Talvez, com alguma sorte (pra quem acredita), eu tenha conseguido traçar um caminho correto até aqui, mas, de uma maneira esquisita, não é o suficiente. Correto é pouco. Falta o extraordinário! Falta o grande feito da minha vida. Falta aquela coisa que vai fazer as pessoas lembrarem do meu nome quando eu não mais estiver aqui.
Você já fez sua auto-crítica? Pois deveria, pq com certeza criticar os outros tem sido programa diário pra você né?! Tem que ver isso ae!
Enquanto isso eu vejo a vida passar e eu parado aqui...
PS - desculpem-me se o texto ficar com erros de digitação ou mal formatado. Estou testando essa pastagem pelo celular.

{ 2 pingada! }

  1. Como diz a letra da música:
    Tudo na vida passa, tudo no mundo cresce
    Nada é igual a nada não
    Tudo que sobe desce, tudo que vem, tem volta
    Nada que vive, vive em vão
    Nem todo dia é festa, nem todo choro é triste
    Nenhuma dor sempre será...

    Acredito que todos nós já passamos por esse QUIZ PESSOAL,sobre o que fizemos ou deixamos de fazer, se foi, é, ou vai ser certo; se valeu a pena, não valeu, ou até se valerá; se foi bom o suficiente para fazer falta se um dia nesse mundo não estiver mais, entre outros infinitos questionamentos constantes em nossas cabeças.

    Mas, como diz o sábio Chales Chaplin; A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

    Beijos,

    Carla Bourguignon.

    ResponderExcluir
  2. Estava eu esfregando os olhos avermelhados de sono quando esbarrei com seu blog... não é que o sono tenha passado, mas tudo passa tudo passará do Grande (sic) Nelson Ned foi algo que me fez recordar uma saudade de sei-lá-o-que... acho que do programa do Silvio Santos... resolvi largar o dedo por aqui e deixar estas mal-escritas procê...inspirado blogueiro... aliás: o Ned morreu ? Acho que não... anão não morre ! Amplexos..

    .oO Ed Killer Oo.

    ResponderExcluir

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -