Posted by : Leo Coutinho quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Tenho certeza que muitos de vocês 3 leitores deste blog se lembram da saga que vivi com o meu banheiro e o alagamento maldito. Pois é... Não aconteceu de novo. =P

Na verdade, depois desse episódio, eu comecei a prestar mais atenção aos afazeres domésticos, mas nunca com tanto afinco.

Recentemente arrumei uma moçoila que, no alto da sua insanidade, topou conhecer meu humilde muquifo. As aventuras dela por aqui eu conto em outro post... Nesse eu vou contar um pouco da pré-visita.

Bom. Pra começo de conversa, eu sou desorganizado e bagunceiro. Tendo isso em vista, imaginem que eu não tenho ninguém pra arrumar a bagunça diária que eu protagonizo nessa joça. Eu sou do tipo de pessoa que chega em casa depois do trabalho e fica só de cueca, enquanto o chão da minha casa veste a roupa que eu estava usando ao chegar.

Não só o chão. Chão, sofá, maçaneta... Adoram pegar minhas roupas emprestadas...


Outra coisa é que eu não sou o ás da limpeza. Saio de manhã, volto a noite. Vassoura é pros fracos. Aqui é casa de macho porra! Quando eu piso no chão meus pés ficam marcados na poeira acumulada no chão! Não gostou, vem limpar pra mim! =D

Tendo isso em mente, imaginem que eu queria causar um mínimo de boa impressão na minha presa (pq eu, definitivamente, sou um caçador [NOT! Talendo que Deus não me deu! FDP...]) para poder, quem sabe, finalmente ter chance de comer alguém.

Comecei então a desgraçada da faxina.

Nunca pensei como era difícil arrumar uma casa...
Primeiro... As coisas que estão fora do lugar deveriam, por definição, ter um lugar certo! A pergunta é: onde é o lugar certo!? Como diabos as mães, avós e domésticas sabem onde é esse maldito lugar certo?! Bom, taquei tudo visivelmente descombinante em algum lugar que fosse invisível aos olhos humanos, mas que com certeza aguns ácaros ficariam extasiados.

Enchi duas bolsas de roupas sujas. Sério. Eu não sabia que as roupas que eu tinha enchiam duas bolsas. Muito menos que seria só de roupa suja e ainda sobraria roupa limpa (ou quase isso) pra eu usar! Mas, de qualquer maneira, essa foi a parte mais fácil. Separei as bolsas num cantinho pra levar pra lavanderia num momento mais apropriado.

E então, veio o pesadelo: Limpar a fuckin casa! Meu quarto e sala nunca foi tão imenso! Varrer o chão até que nem foi tão difícil, mas passar pano no chão não é coisa de Deus! Não consigo esticar minha coluna até hoje! Meu braço tremia horrendamente com tal esforço absurdo! Sem contar que só Deus sabe se o que eu joguei no chão pra limpar era realmente o produto certo pra isso.


E a cozinha então!? Pq aquilo fica tão engordurado se eu nem cozinho?! Miojo é tão engordurante assim!? Não és possible! Tb usei o que eu podia. Se o Veja tira gordura de fogão, deve tirar do chão tb. Tá! A cozinha não ficou boa, mas quebrou um galho! rsrs


Ainda bem que eu já tinha experiência com banheiro... Esse foi moleza.

E tudo isso praquela desgraçada não aparecer!

 *Le Forever Alone*

{ 3 pingada! }

  1. To rindo demaisss!!!!kkkkkkkkkkkk, faço idéiaaa....

    ResponderExcluir
  2. Eu não consigo mais trabalhar.
    Aliás... nem eu e nem geral que leu isso aqui no meu trabalho.
    As pessoas me pedem até autógrafo seu, cara!!!!
    Você é um ícone, irmão!
    Como consegue ser tão zoneado e tão azarento dos infernos?!
    a uhauah auha auhau ahau ahau ahua haua
    Borrei a cueca com esse post.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    MUITO BOM! "Passar o pano não é coisa de Deus!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Mais Lidos

Facebook

O Mijão no Instagram

Pingos pelo Twitter

- Copyright © Pingo na Cueca -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -